Boleto do DPVAT separado do IPVA 2019. Saiba o porquê!

by

Uma mudança no pagamento dos impostos do veículo deixou alguns motoristas confusos, o boleto do DPVAT separado do IPVA 2019 é uma novidade na forma de quitação destes tributos. Saiba mais informações sobre o boleto do DPVAT separado do IPVA 2019 agora, neste artigo!

Boleto do DPVAT separado do IPVA 2019

Boleto do DPVAT separado do IPVA 2019

Boleto do DPVAT separado do IPVA 2019

Anteriormente, o valor do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) estava incluso no pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), acontece que desde 2018, esta combinação foi alterada!

Agora, o proprietário de veículos deve realizar outro processo, já que o boleto do DPVAT separado do IPVA 2019.

✱ Veja ainda os novos valores do seguro:

Isso aconteceu porque com a inclusão do valor do DPVAT no IPVA, era possível parcelar o valor do seguro, e isto acarretava em um preço menor do que o definido em leis e burocracias que giram em torno destes impostos.

Para efetivar a adesão deste seguro é necessário quitar o boleto até a data de vencimento, a mesma estipulada para o pagamento da cota única do IPVA, esta informação é definida com base na categoria do veículo e o último dígito da placa.

Os contribuintes devem acessar a página da seguradora para gerar a guia de pagamento. Além disso, somente com a quitação deste tributo é possível realizar a vistoria anual. Ainda no site da seguradora é permitido consultar como funciona o pagamento do DPVAT no seu estado.

➜ Acesse esse link para consulta!


Como funciona o DPVAT?

O DPVAT é um seguro obrigatório, destinado a indenizar vítimas de acidentes de trânsito ocorridos em todo o território nacional, sejam pedestres, passageiros ou motoristas, brasileiros ou estrangeiros. Agora, o boleto DPAVT separado do IPVA 2019, por isso é necessário emitir no site da seguradora Líder a guia de pagamento.

A indenização é paga em casos de morte, invalidez permanente total ou parcial e para o reembolso de despesas médicas e hospitalares da rede privada por danos físicos causados por acidentes com veículos automotores ou por suas cargas.

Estão enquadrados os acidentes de trânsito envolvendo carros, motos,caminhões, caminhonetes, ônibus e tratores (sujeitos ao licenciamento do DETRAN). Nos casos de morte, o valor da indenização é de R$ 13.500,00. Nos casos de invalidez permanente, o valor é de até R$ 13.500,00, variando conforme a intensidade.

As despesas médicas e hospitalares são reembolsadas em até R$ 2.700,00. Após a apresentação de toda a documentação necessária, o pagamento da indenização é feito em conta corrente ou poupança da vítima ou de seus beneficiários em até 30 dias.


Como Funciona o IPVA?

O IPVA é um imposto cobrado sobre todos os veículos automotores, como: carro, moto, caminhão, camionete, ônibus e micro ônibus. Todo valor arrecadado com este tributo é destinado 50% para a cidade a qual o veículo foi emplacado, e os outros 50% para o estado.

O valor do IPVA varia de acordo com cada tipo de automóvel, pois o valor venal, quer dizer valor de revenda, deve ser multiplicado por um alíquota estipulada pelo estado, com este cálculo é dado o preço do IPVA. São oferecidos alguns descontos para pagamento à vista, mas é possível parcelar o imposto.

Todas as questões que envolvem a forma de cobrança, parcelamento, descontos, datas de vencimento e etc são definidas de maneiras diferentes para cada estado.

 Lembrando que o boleto DPVAT separado do IPVA 2019 faz com que a guia para pagamento deste imposto seja entregue direto na residência dos proprietários.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.67
Total de Votos: 6

Boleto do DPVAT separado do IPVA 2019. Saiba o porquê!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *